Pular para o conteúdo

11 3262-5564 | 11 99267-7369
[email protected]

Atividade física noturna: bom ou ruim?

Se exercitar é muito importante e traz diversos benefícios à saúde. Mas, e sobre exercícios noturnos? Algum prejuízo para o sono? Confira!

Por vezes, a noite é a única opção para o trabalhador se exercitar e muitos se questionam se atividades físicas nesse horário podem trazer algum prejuízo ao organismo. Pelo fato delas liberarem adrenalina e outros estimulantes naturais, muitos temem ficar com insônia e cansaço no dia seguinte. Mas, estudos apontam que, pelo contrário, exercícios podem até favorecer o repouso.

As atividades moderadas, mesmo sendo realizados depois do pôr do sol, promovem a liberação de substâncias relaxantes ao corpo. Vale salientar que o corpo leva cerca de duas horas para voltar ao ritmo e à temperatura normais. De uma maneira geral, os especialistas acreditam que mesmo na calada da noite os exercícios são muito preferíveis ao sedentarismo. As atividades físicas ajudam a controlar doenças crônicas como aumento da pressão arterial e colesterol, diabetes e a ansiedade, porém não podem ser trocadas pelo sono, que deve ser restaurador e ter seu o horário preservado.

Portanto a principal regra de quem é praticante de exercícios noturnos é respeitar o próprio sono, que jamais deve ser negligenciado. Se, ao longo do dia seu trabalho requer muita energia, tenha em mente que durante a noite seus rendimentos na malhação podem ser reduzidos.

A faixa recomendada para treinar na parte da noite é até às 22h. Evite treinos exaustivos e não madrugue nas academias 24h. Outra dica valiosa é  reduzir a intensidade do treino, gradativamente à medida que ele está se encerrando. Dessa forma,  o corpo já inicia um descanso para o sono que vem a seguir.

É só escolher a modalidade e ir adiante: o esporte ideal é aquele que mais te dá prazer!

Formulário de Contato

Preencha o formulário abaixo para minha equipe entrar em contato!