Saiba mais sobre o câncer de rim

De acordo com o Ministério da Saúde, o câncer de rim representa 3% de todos os casos de câncer. Não tão conhecido pelas pessoas em geral, o câncer de rim é duas vezes mais comum em homens eembora não existam causas comprovadas, tabagismo, idade avançada, obesidade e histórico de doenças renais são os principais fatores de risco. 

A doença tem alto índice de letalidade quando não diagnosticada em estágios iniciais. Felizmente é cada vez mais comum que ressonâncias ou ultrassonografias abdominais, pedidas por outros motivos, façam diagnóstico incidental desses tumores. Ou seja, o diagnóstico é feito “sem querer”, sem que o foco inicial fosse o rim. Quando identificados precocemente, os tumores são todos potencialmente curáveis. 

Há poucas formas de prevenção. Ter uma vida saudável e manter o cronograma de consultas médicas sempre em dia ainda é a melhor forma de prevenir e ter a possibilidade de diagnóstico precoce. 

O tratamento da doença depende da fase em que foi diagnosticada. Quando o tumor é localizado há altíssima chance de cura, com retirada apenas do tumor ou de parte do rim (chamada nefrectomia parcial). Para tumores maiores é necessária a retirada de todo rim. Em casos de metástase, o tratamento é mais agressivo e inclui cirurgia e quimioterapia.

É imprescindível o acompanhamento médico conjunto com especialistas de oncologia, urologia e nefrologia. O acompanhamento nutricional e psicológico também é recomendável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>