Circuncisão reduz risco de doenças urológicas

A circuncisão é um procedimento cirúrgico frequentemente realizado em crianças, no qual é removido a pele retrátil (prepúcio) que recobre a cabeça do pênis (glande). O procedimento é recomendado para crianças em qualquer idade, por motivos religiosos ou médico.

 

Religiosamente feita pelos judeus em crianças com poucos dias de vida, a circuncisão é feita geralmente pelo rabino e leva no máximo 10 minutos. Já em crianças mais velhas, jovens e adultos, a cirurgia é feita em centro cirúrgico, sob sedação, com cerca de 1 hora de duração. As taxas de complicações cirúrgicas ficam abaixo de 0,5%.

 

As principais indicações estão listadas abaixo:

1) Infecções urinárias de repetição – principalmente na criançada de até 2 anos de idade é recomendado a cirurgia como forma de prevenção.

 

2) Infecções do pênis de repetição – chamada balanite (infecção da glande) e a postite (infecção do prepúcio), ou ainda balanipostite.

 

3) Prevenção de câncer de pênis e HPV – Estudos mostram benefício na redução do risco de câncer é menor incidência de HPV quando a circuncisão é feita ainda na infância.

 

A decisão sobre a circuncisão cabe aos pais da criança e ao próprio homem, quando adulto. As informações relacionadas a cada caso são mais assertivas quando obtidas pelo urologista, que define quando é preciso realizar o procedimento.

 

Curiosidades sobre o sêmen

Que o sêmen (ou esperma) pode engravidar todo mundo sabe! Mas existem algumas curiosidades sobre o fluido masculino que você talvez não saiba:

 

Composição do sêmen: Os espermatozóides representam APENAS 5% a 10% do volume total do que é ejaculado, enquanto o restante é composto por aminoácidos, frutose, enzimas, vitaminas, ferro e zinco;

 

Textura “grudenta”: a textura do sêmen, um tanto quanto grudenta, protege os espermatozoides no momento inicial da ejaculação, fazendo com que consigam se fixar por mais tempo no colo do útero. Isso facilita sua missão de fecundar o óvulo;

 

PSA e sêmen: O PSA, medido anualmente no sangue dos homens para check up de câncer de próstata, tem função primordial na fecundação do óvulo. Ele transforma a consistência do sêmen (de gelatinoso para líquido), promovendo meio para os espermatozoides ”nadarem” de encontro ao óvulo.

 

Temperatura ideal: para produzir espermatozoides saudáveis, a temperatura dos testículos deve estar cerca de 2 a 4ºC abaixo do restante do corpo. Este é o principal motivo dos testículos ficarem na escroto. A infertilidade pode ocorrer em situações em que essa regra não acontece: em homens que trabalham expostos a altas temperaturas (fornos, metalúrgicas e siderúrgicas, que usam frequentemente laptop no colo; pacientes com varicocele (veias dilatadas na região); homens que nasceram com testículos fora da bolsa testicular (elevados ou escondidos – criptorquidia;

 

Um testículo só: mesmo com apenas um testículo, o homem tem esperma suficiente para gerar filhos;

 

Sexo oral: As Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) são mais comumente associadas ao sexo com penetração, mas o ato oral também oferece riscos à saúde. Por isso, embora o risco seja menor do que no sexo anal ou vaginal, sempre é recomendável usar proteção!

 

Saiba quais alimentos afetam os níveis de testosterona

A testosterona é o principal hormônio masculino e seu desequilíbrio no organismo pode causar diversos problemas: depressão, perda de libido, disfunção erétil e osteoporose. Porém, existem alimentos que podem ajudar no equilibrio desse hormônio.

A ostra, que contém magnésio e zinco, pode ajudar na elevação da produção de testosterona. Os ovos, fonte de proteína animal e “colesterol bom” também são úteis.

Outros itens também já foram estudados e parecem ajudar também no incremento de testosterona: alho, carnes magras e aves, requeijão, repolho, couve de Bruxelas, abacates, atum, morango, espinafre, champignon, e o óleo de coco.

Vale salientar que limitar ou eliminar o consumo de açúcar também é outra ação de bastante relevância, pois os níveis de testosterona diminuem quando se consume muita glicose.  Então, mesmo que a ingestão de açúcar eleve os níveis de dopamina, dando aquela conhecida sensação de prazer, controle a quantidade ingerida.

Não esqueça nunca da ingestão de líquidos, principalmente a água, vital a todas as funções do corpo humano.  Não basta fazer uma dieta focada na ingestão de zinco, magnésio e aminoácidos sem ingestão concomitante de líquidos .

Em resumo, a produção de testosterona está ligada a uma dieta balanceada, pobre em gorduras saturadas, açucares e carboidratos. É preciso fazer também atividades físicas com regularidade e dormir adequadamente. Não é fácil, mas o resultado vem!

Você tem dormido bem?

Com certeza você já ouviu falar que qualidade de sono e saúde andam de “braços dados.” Mas você sabe por quê?

 

Durante o sono, nosso organismo realiza funções importantíssimas com consequências diretas à saúde. O sono fortalece o sistema imunológico, libera a secreção de hormônios — como o do crescimento e a insulina — consolida a memória, deixa a pele mais bonita e saudável, além de relaxar (e descansar) a musculatura.

A qualidade do sono é ainda mais importante que a quantidade de horas dormidas. Se você consegue ter um sono tranquilo e reparador, poucas horas são suficientes. Para saber se a quantidade de horas que você dorme é suficiente, basta notar se você acorda disposto e com energia. Se acordar cansado, significa que precisa dormir mais e melhor.

 

A média de horas de sono da população brasileira hoje em dia é de apenas 6h e 30 min. Na maioria dos casos, esse número é considerado insuficiente.

 

Dicas para Dormir Melhor

 

  • Pratique exercícios físicos regularmente, de preferência no final da tarde.
  • Invista em um colchão de qualidade e use travesseiros adequados.
  • Durma em um local confortável, fresco, escuro e silencioso. As alterações de ruído, de luz e de temperatura podem atrapalhar o sono.
  • Faça uma refeição leve antes de dormir. Deixar o estômago vazio atrapalha o sono.
  • Controle a quantidade de líquidos durante a noite, pois a necessidade de urinar irá interromper a sequência do seu sono.
  • Tome um banho quentinho antes de dormir. Use óleos relaxantes e cremes. Eles proporcionam sensação de bem-estar.
  • Procure dormir e acordar sempre no mesmo horário, inclusive aos finais de semana.
  • Relaxe sua mente. Livre-se dos pensamentos, preocupações e da ansiedade.
  • Evite álcool a noite. As substâncias da bebida podem afrouxar a estrutura da região da faringe, comprometendo a respiração. Isso causa ronco e apneia.
  • Não abuse de substâncias estimulantes: chá, café, refrigerante e chocolate. Eles podem prejudicar o sono.
  • Evite ingerir tranquilizantes, relaxantes musculares e soníferos, pois eles criam hábitos de sono indesejáveis.
  • Vá para a cama somente quando estiver com sono. Levante caso não consiga dormir logo. E retome atividades relaxantes, em ambientes com pouca luminosidade, até ter sono novamente. Controlar as horas no relógio ao se deitar aumentará sua ansiedade, piorando a qualidade do seu sono.
  • Medite. A meditação é uma técnica eficaz para reduzir a tensão, aumentar a criatividade e trazer profunda sensação de bem estar. Meditar ajuda, de fato, a aprofundar o descanso. Quinze minutos por dia é o suficiente para obter resultados.
  • Evite a luz azul (computadores, TV, celular), pelo menos uma hora antes de dormir. Ela é prejudicial ao sono.

 

 

Por que uma pancada na virilha dói tanto?

Diferente do cérebro, que possui uma armadura natural (crânio), os testículos são externos e muito mais suscetíveis a lesões. Essenciais para a reprodução humana, eles apresentam algo que o cérebro não possui: nociceptores. São receptores de dor, toque e até de temperatura, que os torna ultra sensíveis, permitindo a percepção com mais intensidade em comparação a outras partes do corpo. A dor pode ser tão intensa que algumas pessoas podem sentir tontura, fraqueza, náuseas ou até mesmo desmaiar.

O que fazer numa situação dessa? Posição deitada e pernas afastadas tornam a recuperação da dor mais rápida. Após o susto inicial, aplique uma bolsa de gelo em seus testículos (mas não diretamente. Coloque uma toalha entre o gelo e os testículos). Um analgésico pode ser útil.

Na maioria das vezes a dor some em alguns minutos, mas pode se manter por três a quatro horas. Dependendo da gravidade da lesão, o escroto pode ficar dolorido por até três a cinco dias.

É recomendável manter distância de atividades como ciclismo, corrida e exercícios para os membros inferiores até desaparecimento completo da dor. Esse tempo é necessário para diminuição do edema e processo inflamatório da região.

Se a dor não diminuir em algumas horas ou houver hematoma importante na região escrotal, você deve procurar um médico urologista. Em raras vezes há rompimento do testículo e lesão importante do órgão. Fique sempre de olho nos primeiros dias e lembre-se de que o bem-estar dos seus testículos pode garantir sua fertilidade.

 

Clique aqui para conhecer mais sobre urologia e tratamentos urológicos

Mitos e verdades sobre o câncer de próstata

A próstata é uma glândula pertencente ao aparelho reprodutor masculino e está localizada logo abaixo da bexiga e na frente do reto e da uretra. O câncer na próstata pode ser diagnosticado pelo exame de toque retal e por um exame de sangue que verifica a quantidade de antígeno prostático específico (PSA) no organismo.

Conheça alguns mitos e verdades sobre essa doença que cresceu tanto nos últimos anos e já é o segundo tipo de câncer mais comum nos homens, ficando atrás somente do câncer de pele:

O toque retal é desnecessário

MITO. A partir dos 50 anos todos os homens devem fazer o exame anualmente.

Apenas idosos devem se preocupar com a doença

MITO. Embora seja mais frequente em homens com mais de 50 anos, cerca de 40% dos casos são diagnosticados em homens abaixo desta idade.

Não existe histórico de câncer de próstata na minha família, logo minhas chances de ter a doença são mínimas

MITO. Embora o fator genético aumente muito as chances de desenvolver a doença, 1 em cada 6 homens serão diagnosticados com câncer de próstata em sua vida.

O tratamento precoce cura mais de 90% dos casos

VERDADE. O câncer de próstata é o que mais afeta os homens, após o câncer de pele. No entanto, novas abordagens quanto ao diagnóstico e tratamento possibilitaram que a taxa de mortalidade pela doença tenha caído em nível mundial.

Ter pai, irmão ou tio com a doença aumenta o risco de desenvolver a doença

VERDADE. A hereditariedade é um dos principais fatores de risco para a doença. Um parente de primeiro grau com a doença duplica sua chance. Dois familiares com a doença aumentam essa chance em cinco vezes.

Pessoas da raça negra têm maior risco de desenvolver a doença.

VERDADE. Estudos apontam que afrodescendentes têm risco 60% maior de desenvolver a doença e a taxa de mortalidade é três vezes mais alta.

Por que devemos beber água com frequência?

Ingerir água com frequência e na quantidade adequada é uma forma simples e barata de manter a saúde e a boa forma.

Por que devemos beber água com frequência?

1 – Precisamos ingerir cerca de 2 litros de diariamente, pois mais de 70% do nosso corpo é composto por água e, se sentimos sede, é porque nosso corpo já está ficando desidratado. A desidratação crônica pode levar ao envelhecimento precoce e pode até mesmo propiciar o aparecimento de algumas doenças, como alergias, asma, colite, constipação, enxaqueca, artrite reumatoide, entre outras.

2 – A ingestão adequada de água pode auxiliar na perda de peso, pois ajuda a dar sensação de saciedade e, quando urinamos, o corpo se livra de toxinas, acelerando o metabolismo e a queima das gordurinhas indesejadas.

3 –   A água ajuda também a reduzir o cansaço, pois quando chega o fim do dia, nosso corpo está desidratado e precisa de água para ter mais energia. Ao ingerir café, que é diurético, pioramos a desidratação e, consequentemente, o cansaço.

Uma boa dica para ingerir a quantidade adequada de água diariamente é manter uma garrafinha cheia ao lado e ir esvaziando e repondo.

Além disso, é bom lembrar que frutas frescas e vegetais podem ser tão boas fontes de hidratação quanto um copo de água. Morangos e melancias, por exemplo, são compostos de 92% de água, enquanto melões, abacaxis, pêssegos e laranjas chegam perto dessa quantidade. Pepino e alface americana contêm 96% de água, assim como repolho, tomate e abobrinha também são ricos no líquido.

Agora é só colocar em prática as dicas para manter-se bem hidratado na estação mais quente do ano!