Pular para o conteúdo

11 3262-5564 | 11 99267-7369
[email protected]

DSTs: 4 informações úteis pra você

Você certamente aprendeu que usar preservativos durante o sexo e realizar exames de sangue (sorologias) de rotina são importantes para evitar doenças sexuais e/ou diagnosticá-las precocemente. No entanto, muitos não estão se protegendo como deveriam, levando a: aumento no número de casos de sífilis, epidemia de HPV e aparecimento de bactérias resistentes, como a da gonorreia.

Separamos algumas orientações adicionais para você ampliar o seu conhecimento sobre o tema:

1) Proteção da camisinha não é 100% – Embora seja o método mais prático, eficaz e difundido, a camisinha não protege algumas áreas expostas como púbis, virilha, pernas, língua e dedos. Por exemplo, uma ferida de sífilis, que esteja na região pubiana, pode infectar o parceiro (parceira) mesmo em uso de preservativo.

2) Lubrificantes ajudam a evitar infecção – Sexo sem lubrificação suficiente pode gerar feridas por fricção, que resultam em uma porta de entrada para infecções DSTs. Na hora de comprar um lubrificante, é ideal que ele seja à base de água. Produtos a base de óleos, gorduras ou graxas enfraquecem o látex da camisinha, aumentando sua chance de rompimento.

3) A saúde bucal está ligada à prevenção de DSTs – Um estudo americano aponta que sangramentos nas gengivas – por gengivite e periodontite – são altamente potenciais para a entrada de herpes, sífilis, clamídia, gonorreia, HPV e hepatite durante o sexo oral sem proteção.

Os especialistas do estudo fazem duas recomendações: sempre usar camisinha masculina ou feminina para sexo oral e não escovar os dentes ou usar fio dental imediatamente antes do sexo oral. Isso minimiza riscos de sangramento. E sempre consultar um dentista se notar qualquer sangramento anormal.

4) Duchas vaginais facilitam DSTs – A higienização com substâncias irritativas pode causar escoriações que favorecem a penetração de agentes infecciosos, incluindo o HIV. A vaginose citolítica é a única condição em que a prática é recomendada. Lembre-se: a vagina só precisa ser lavada por fora, na área dos pelos, sendo que internamente ela é “autolimpante”.

Formulário de Contato

Preencha o formulário abaixo para minha equipe entrar em contato!