Entenda porque cada vez mais jovens sofrem com a impotência sexual

Jovens sexualmente ativos imaginam que a impotência é um problema que acomete exclusivamente os mais velhos. Porém, de acordo com estudo recente, um a cada quatro homens diagnosticados com disfunção erétil tem menos de 40 anos de idade. 

Pesquisas já identificaram diversos fatores físicos e psicológicos, como causadores de disfunção erétil. De acordo com dados do centro americano de pesquisas National Institutes of Health quase 30 milhões de americanos tem inabilidade para ter ou manter uma ereção firme.

O estilo de vida contemporâneo, marcado por estresse, problemas psicológicos, alto consumo de comidas processadas com agentes químicos, além da ansiedade provocada por frequentes encontros casuais, são fontes significativas para o problema. Vale ressaltar, no entanto, que existe uma diferença entre disfunção crônica e problemas ocasionais que podem atrapalhar a ereção, situação razoavelmente comum.

A preocupação com o desempenho na cama pode ser um obstáculo considerável, especialmente para os mais jovens, que tendem a ser mais inseguros. Traumas físicos tanto no pênis quanto nos testículos podem também impactar negativamente e demandam cuidados. Já os homens mais velhos devem ter uma atenção especial com a saúde, com foco na prevenção de diabetes e problemas cardíacos, que impactam seriamente a vida sexual.

O consumo de cigarro, álcool e drogas também pode levar à impotência, assim como alguns medicamentos. Resolver o problema de forma adequada requer a procura de ajuda especializada. Por isso, não deixe de consultar o seu urologista.