Fazer sexo reduz a chance de câncer de próstata?

Uma recente pesquisa divulgada pela revista European Urology indica que a máxima “sexo é vida” talvez não seja meramente um estímulo para a prática sexual. A saúde masculina pode obter benefícios significativos a partir do ato de ejacular, especialmente em termos de prevenção. 

Segundo o trabalho, um orgasmo ao dia já reduz a chance de desenvolvimento de câncer de próstata. Isso talvez esteja ligado a melhora da qualidade do sono e ao fortalecimento do sistema imunológico com proteção maior contra muitas doenças, incluindo as cardíacas. 

Os participantes do estudo que ejacularam mais de 21 vezes por mês (masturbação ou de intercurso sexual) diminuíram em cerca de 20% a sua probabilidade de tumor na próstata. Uma das hipóteses para explicar esse efeito é a liberação do hormônio ocitocina, responsável pelo prazer do orgasmo.

Embora manter uma rotina sexual saudável seja importante para a qualidade de vida de qualquer paciente, os resultados da pesquisa não são conclusivos por não haver evidências científicas suficientes de que ejacular frequentemente proteja a glândula da doença. 

A fim de prevenir o câncer de próstata, o segundo mais comum entre os homens (perdendo apenas para o tumor de pele), o mais recomendável ainda é manter uma alimentação equilibrada em conjunto com a prática regular de exercícios físicos.