Incontinência urinária na menopausa

A incontinência urinária é um problema frequente em mulheres na menopausa. Com a queda de estrogênio e o enfraquecimento da musculatura pélvica por conta da idade, as mulheres com mais de 40 anos são as mais suscetíveis.

Os escapes de urina afetam até 35% das mulheres entre 44 e 55 anos e podem acontecer após um simples espirro ou tosse, ou ainda por contrações involuntárias da bexiga, que a levam a vontade súbita de urinar. Dessa forma, há dois tipos principais de incontinência urinária: incontinência de esforço, que ocorre com exercícios físicos ou apenas por movimentação do corpo e a incontinência de urgência, que ocorre quando há uma vontade súbita de urinar, com perdas antes mesmo do paciente chegar ao banheiro.

O primeiro tipo é o mais comum e deve ser inicialmente tratado com fisioterapia de assoalho pélvico, forma com que também é prevenida. Já a incontinência urinária de urgência é tratada com medicações que diminuem as contrações involuntárias da bexiga.

Consulte seu médico para saber mais sobre o problema e também sobre outros tratamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *