Infecção urinária na gravidez

Toda gestante torna-se mais sujeita a alguns problemas de saúde extras em decorrência das modificações que ocorrem em seu corpo, demandando maiores cuidados. Uma das doenças mais comuns no período é a infecção urinária(ou cistite)afetando cerca de 10% das grávida e provocando partos prematuros ou abortos espontâneos nos casos mais graves.

Uma das principais alterações no organismo feminino ocorre pela pressão do útero aumentado sobre a bexiga da paciente. Dificuldade em esvaziar toda a bexiga pode levar a cistite muitos casos são assintomáticos, ou seja, sem sinais da doença, com diagnóstico apenas por exame de urina. por esse motivo recomendamos coleta de urina a cada 3 meses na gestação. Lembrando que a origem do problema pode ser anterior à gestação. Pacientes com histórico prévio de infecção urinária devem fazer monitoramento mAis frequente durante o pré-natal

A partir do diagnóstico tratamos com antibióticos que não tenham interferência na gestação (alguns são proibidos nessa fase). A suplementação com vitamina C ainda não foi comprovado como benéfica, mas não traz mal ao paciente desde que abaixo de 1g por dia. 

Manter o pré-natal em dia, realizando ao menos três exames de urina durante a gravidez; ficar atenta a eventuais dores ou ardência ao urinar; ir ao banheiro com maior frequência (Pelo menos a cada 3 horas), evitando retenções prolongadas; e ingerir líquidos com vitamina C (sucos de frutas como laranja, limão e acerola) são algumas medidas preventivas. Cuide bem do seu corpo e procure ajuda médica se tiver qualquer um dos sintomas citados. A sua saúde e o seu bebê agradecem.