Pular para o conteúdo

11 3262-5564 | 11 99267-7369
[email protected]

Conheça a relação entre obesidade e disfunção erétil

obesidade disfuncao - Conheça a relação entre obesidade e disfunção erétil

A obesidade complica a vida do homem em diversos aspectos: eleva o risco de doenças cardíacas e de cânceres em geral, piora tolerância ao esforço, propicia problemas de articulação e aumenta a incidência de distúrbios psicológicos. Além disso tudo, a obesidade também pode levar à disfunção erétil com (ou sem) queda dos níveis de testosterona.

Segundo estudos, quanto maior a circunferência da cintura, maior a chance de impotência sexual. Cerca de 75% dos homens que possuem mais de 101 cm de circunferência abdominal (cintura) apresentam dificuldades de ereção, comparados a 32% nos com 91 cm. Além da disfunção erétil, os obesos também apresentam maiores chances de problemas de ejaculação precoce.

Com menor condicionamento físico, é natural que a relação sexual dure menos e seja menos prazerosa, uma vez que o paciente se cansa mais rápido e podendo inclusive apresentar dores. Por consequência, não consegue manter o ritmo necessário para a conclusão do ato.

Outra conclusão de estudos variados é que, a cada nove quilos acima do peso adequado, há também aumento de 10% na incidência de infertilidade masculina. Os obesos também apresentam maior incidência de problemas vasculares, reduzindo o fluxo de sangue peniano, tornando mais fraca a ereção.

Uma dica para que esta situação melhore é perder peso, buscando exercícios e dieta regulares.

No caso de disfunção erétil, não tome decisões por conta própria: busque sempre a palavra de um especialista.

Formulário de Contato

Preencha o formulário abaixo para minha equipe entrar em contato!