UOL: CIRURGIA DE FIMOSE: QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS?

Primeiramente, é importante destacar que há uma diferença entre a fimose e o prepúcio, que é a pele que recobre a glande. Quando não há estreitamento, o orifício do prepúcio permite que a glande entre e saia sem problemas, sendo esse o cenário normal do pênis.

Quando há uma espécie de um anel fibroso, que gera um estreitamento muito grande do prepúcio, a glande acaba não sendo exteriorizada e essa situação ganha o nome de fimose. No geral, ela é caracterizada como o excesso de pele que recobre o pênis, dificultando a exposição da glande. Essa é uma condição comum em grande parte dos meninos e que tende a desaparecer por volta dos três ou quatro anos de idade. Quando isso não acontece, e os medicamentos e os exercícios não funcionam, o médico entra em ação. 

Quais são os benefícios da cirurgia de fimose?

Apesar de, inicialmente, gerar preocupação nos pais, a cirurgia é simples e muito benéfica. Na vida adulta, pode aumentar o desempenho sexual, uma vez que, sem a pele, a movimentação durante as relações sexuais é mais fácil e agradável, como explica Danilo Galante,  Membro Titular da Sociedade Brasileira  de Urologia. Além disso, a intervenção aumenta a sensibilidade da ponta do pênis, dando muito mais prazer.

“Sem contar que a cirurgia também reduz as chances de se contrair infecções sexualmente transmissíveis (IST), uma vez que a pele é feita de uma mucosa na qual essas doenças podem se instalar” complementa Galante. 

Outro benefício é uma melhor higienização do pênis, visto que, sem a pele, a limpeza é mais simples e rápida.

Clique aqui e leia a matéria completa.

Fimose não é apenas uma doença infantil

Um dos maiores mitos sobre a fimose é que ela atinge apenas crianças. Consistindo na dificuldade de exposição da glande pelo estreitamento do prepúcio, a doença também atinge adultos.

 

Normalmente, em crianças ocorre desde o nascimento. Já em adultos, ela pode ser uma fimose não tratada na infância ou decorrente de inflamações e infecções da pele durante a vida, condição mais comum ainda em diabéticos.  Ocorre um progressivo estreitamento da pele com piora para limpeza e exposição da glande.  O ambiente torna-se ideal para o surgimento de fungos, vírus e bactérias.

 

 

Por conta disso, a correção da fimose na infância tem sido indicada como um fator protetor do câncer de pênis. Estudos mostram menor número de casos dessa doença em pacientes operados, como também menor ocorrência de DSTs. Ocorre que a cirurgia de fimose é bastante simples e resolve de vez esta condição. Tem rápida recuperação, consistindo na retirada do excesso de pele ao redor da glande do pênis. 

 

Atenção: se você passa por isso, não tente resolver sozinho, puxando a pele do seu pênis para baixo. Você pode se machucar seriamente e o problema pode ser piorado. Caso você esteja com essa dificuldade, procure um urologista.

 

Clique aqui para saber mais sobre fimose, e como tratar.