Pular para o conteúdo

11 3262-5564 | 11 99267-7369
[email protected]

Infecção urinária na gravidez

infecçaourinaria gravidas - Infecção urinária na gravidez

As alterações que acontecem no organismo feminino durante a gravidez favorecem o desenvolvimento de bactérias no trato urinário. Segundo um estudo recente feito pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, cerca de 10% das gestantes podem ter infecção urinária, ainda que algumas delas não apresentem sintomas.

A infecção urinária simples não prejudica o bebê quando rapidamente tratada. No entanto, caso a mulher não faça o tratamento adequado, a infecção causa riscos para o bebê, como parto prematuro ou aborto. Desta forma, para evitar complicações, sempre que a gestante identificar alguma alteração ou desconforto deve procurar ajuda médica para realizar um exame de urina e iniciar o tratamento precocemente, caso seja necessário.

O diagnóstico da infecção urinária durante a gravidez é feito através do exame de urina. O tratamento é sempre feito com antibióticos, por um período de 7 a 14 dias. É também importante beber bastante água, não segurar o xixi e esvaziar a bexiga completamente cada vez que for urinar. A melhor forma de evitar todos estes riscos é estar atenta aos sintomas da doença e fazer o tratamento indicado pelo médico.

Formulário de Contato

Preencha o formulário abaixo para minha equipe entrar em contato!


Infecção urinária X Sexo

A infecção urinária é uma condição comum entre mulheres, com aumento importante da incidência após início da vida sexual.

Ela ocorre quando bactérias de outras regiões do próprio corpo (pele ou do ânus) sobem pela uretra e chegam até a urina armazenada na bexiga.

Pode ocorrer por diversos motivos: higienização inadequada (quando a mulher, ao se limpar, passa o papel no sentido do ânus para a vagina, sendo que o correto é fazer na maneira inversa), por pedras nos rins, por alteração na anatomia ou funcionamento da bexiga ou rins ou sem explicação estabelecida.

Embora não seja uma doença sexualmente transmissível (DST) e, portanto, não seja transmissível por sexo, a infecção urinária pode ocorrer após o sexo. Isto acontece quando o pênis, com ajuda da lubrificação vaginal, transporta para a uretra bactérias que ficam alojadas em outro local. Por isso é recomendável urinar antes e depois do ato sexual.

Não há contraindicações em manter relação sexual quando há infecção urinária, mas pode ocorrer incômodo na uretra com aumento da dor na região da bexiga.

O tratamento da infecção urinária é simples: antibiótico, prescrito pelo médico.

Não se esqueça: em caso de dúvidas, consulte sempre um especialista.

Formulário de Contato

Preencha o formulário abaixo para minha equipe entrar em contato!


Saiba mais sobre a infecção urinária

Infecção urinária ocorre na  presença anormal de micro-organismos em regiões do trato urinário. 

 A doença é muito mais comum no sexo feminino (até 90% dos casos), por diferenças anatômicas (uretra mais curta) e variações no nível de estrogênio, que causam a queda da proteção  da região urinária. 

31.07.18 COMO PREVENIR INFECÇÃO URINÁRIA FOTO 300x199 - Saiba mais sobre a infecção urinária

 Os principais sintomas são: ardor ao urinar, o aumento da vontade de ir ao banheiro, sensação de não esvaziamento total da bexiga, dor no púbis, sangue na urina e alteração do aspecto da urina (cor escura, turva e odor forte). Em casos mais graves, a doença ainda causa dor lombar e febre.

O diagnóstico é feito com exame físico e exame de urina. Ainda podem ser requisitados outros procedimentos, como ultrassonografia do abdômen/pelve, tomografia, cintilografia renal, entre outros. O tratamento é feito com antibiótico.

 Para prevenir a infecção urinária, recomendamos  as seguintes medidas: 

1) Ingerir líquidos em grande quantidade

2) Não segurar a urina por muito tempo

3) Evitar o uso do diafragma e espermicidas

4) Reposição de estrógeno

5) Tratamento adequado do diabetes (quando presente)

Não se esqueça: na dúvida, consulte sempre um especialista.

Clique aqui para saber mais sobre infecção urinária

Formulário de Contato

Preencha o formulário abaixo para minha equipe entrar em contato!


Infecção urinária – Vamos evitar?

De todas as doenças da urologia, a infecção urinária é a campeã de consultas e internações em Prontos Socorros de todo o mundo. Em média, a prevalência é maior entre as mulheres devido a fatores anatômicos como uretra (canal que conduz a urina) mais curta e proximidade desta com o ânus. No entanto, a incidência é idêntica entre os gêneros na população infantil e nos idosos.

 

Sintomas – Dor, ardência, urgência de ir ao banheiro, cheiro forte no xixi e eliminação de pouco xixi ocorrem na “infecção baixa” ou cistite. Quando o processo não é resolvido, as bactérias ganham acesso aos rins, podendo causar febre, dor no corpo e queda do estado geral. É a chamada pielonefrite, normalmente tratada com internação e cuidados mais intensivos.

Infecção urinárial 22.11.17 300x196 - Infecção urinária – Vamos evitar?

Por que a infecção aparece? Baixa ingestão de água, não esvaziar a bexiga frequentemente, cálculos (pedras) nos rins, má higiene genital e diminuição da imunidade são levantados como principais fatores que predispõem às infecções urinárias. Dependendo da idade, uma série de outros fatores podem ser levantados: aumento da próstata, alterações neurológicas e doenças crônicas não bem controladas (diabetes é a principal).

 

O tratamento começa por mudanças de hábitos simples : urinar antes e principalmente após as relações sexuais, esvaziar a bexiga no mínimo de 3 em 3 horas, trocar fraldas e absorventes quando úmidos, evitar roupas úmidas e, o mais importante, tomar ao menos dois litros de água diariamente.

Clique aqui para saber mais sobre infecção urinária

Formulário de Contato

Preencha o formulário abaixo para minha equipe entrar em contato!