Pular para o conteúdo

11 3262-5564 | 11 99267-7369
dr.danilogalante@icloud.com

Rim dilatado (hidronefrose)

A hidronefrose (dilatação renal ou rim dilatado) consiste no aumento do rim por distensão de sua pelve (região que acumula urina). Isso ocorre sempre que a urina não consegue passar dos rins até à bexiga. A progressão desse problema pode levar à piora da função renal, podendo levar à insuficiência renal (perda completa da função).

 

Na maior parte das vezes, a hidronefrose surge como complicação de outra doença, como pedra nos rins/ureter ou tumor nas vias urinárias. É necessário identificar o problema o quanto antes para que o tratamento adequado seja feito, evitando sequelas mais graves.

 

Sintomas

 

Na hidronefrose aguda, quando a obstrução tem início repentino, normalmente ocorre uma cólica renal (dor lombar). Já na hidronefrose crônica, com dilatação lenta e progressiva, pode não haver dor. Mas também há desenvolvimento de lesões renais tardias.

Outros sintomas podem aparecer:

 

  • Vontade frequente e repentina de urinar;
  • Dor constante no abdômen;
  • Náuseas e vômitos;
  • Dor ao urinar;
  • Sensação de bexiga cheia mesmo depois de urinar;
  • Febre leve

 

Na maioria dos casos, a hidronefrose afeta apenas um dos rins. Quando ambos os rins estão acometidos há maior risco de insuficiência renal, com piora importante de alguns exames como creatinina e ureia, tornando mais importante sua rápida resolução.

 

Diagnóstico – Rim dilatado

 

Os exames de sangue podem dar uma ideia do estado funcional dos rins. A ultrassonografia (e a antiga urografia excretora) mostra imagens dos rins, ureteres e bexiga. A tomografia computadorizada é atualmente o melhor exame para diagnóstico de tumores, pedras nos rins e ureteres e identificação de local exato da obstrução. Estes exames, além de mostrarem possíveis lesões localizadas, oferecem informações acerca do fluxo urinário.

Outro exame que pode ser usado para auxiliar o diagnóstico é a cistoscopia (endoscopia da bexiga), produzindo imagens diretas do interior da bexiga, que são captadas em um monitor de televisão.

 

Tratamento

 

O tratamento para hidronefrose consiste em resolver a obstrução renal, para que a urina possa fluir livremente até à bexiga e sair do rim, diminuindo o inchaço. Dessa forma, o tratamento varia de acordo com a causa da doença:

 

  • Pedra nos rins: tratamento com medicações que facilitem a eliminação da pedra ou sua retirada por cirurgia, normalmente endoscópica (sem cortes);
  • Aumento da próstata no homem: medicação via oral ou diminuição da próstata por cirurgia endoscópica;
  • Infecções urinárias: uso de antibióticos costuma resolver

 

Complicações

 

A hidronefrose pode provocar dor intensa e intermitente, devido a um acúmulo de urina na pelve renal, exigindo uma solução de urgência. Quando a dilatação é leve ou moderada, de pouca duração, é geralmente reversível. Casos mais sérios, quando não tratados adequadamente, levam a lesão irreversível do rim ou até mesmo à insuficiência renal.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Formulário de Contato

Preencha o formulário abaixo para minha equipe entrar em contato!