Pular para o conteúdo

11 3262-5564 | 11 99267-7369
[email protected]

Conheça os riscos da infecção urinária durante o verão

infeccaourinaria - Conheça os riscos da infecção urinária durante o verão

No verão, crescem as chances de infecção de urina, decorrente da presença anormal de bactérias nas regiões do trato urinário.

A doença é muito mais comum no sexo feminino, com até 90% dos casos. Isso se deve, principalmente, ao fato da uretra feminina ser mais curta (cerca de 5 cm) em relação a do homem. A uretra feminina também é muito próxima ao ânus, “moradia” das principais bactérias urinárias. Por último, as mulheres apresentam variações no nível de estrogênio, que causam a queda dos micro-organismos que protegem a região urinária.

O verão traz diversos fatores que propiciam a doença: exposição à umidade, como o uso de roupas de banho molhadas durante o dia todo; queda da resistência com a adoção de alguma dieta nova, fazendo com que o organismo se desequilibre e baixe sua proteção ou piora na hidratação e menos cuidado com a saúde em geral.

O calor também aumenta a desidratação, concentra a urina e facilita a fixação de bactérias na parede interna da bexiga, propiciando infecções. É a época de consumir pelo menos dois litros de água diários.

Os principais sintomas da infecção urinária são:

  • Ardor na uretra ao urinar;
  • Aumento da vontade de ir ao banheiro diurna e noturna;
  • Sensação de esvaziamento não total da bexiga;
  • Dor no púbis;
  • Sangue na urina e alteração do aspecto urinário (cor escura, com aparência turva e odor forte);
  • Febre, queda do estado geral e dor lombar podem ocorrer nos casos mais graves, a que chamamos Pielonefrite.

Não se esqueça: na dúvida, consulte sempre um especialista.

Formulário de Contato

Preencha o formulário abaixo para minha equipe entrar em contato!


Saiba mais sobre a estenose de uretra

 

Estenose uretra 1 mini mini - Saiba mais sobre a estenose de uretra

Estenose de uretra é uma doença em que a uretra, estrutura que conduz a urina da bexiga para fora do organismo, apresenta alguma obstrução, sendo mais comum em homens (mais longa).

Qualquer parte da uretra pode ter estreitamento. A principal causa é o  trauma local. Quando a lesão cicatriza há diminuição  do calibre do canal, o que dificulta a passagem de urina e esperma. A estenose também é causada por doenças sexualmente transmissíveis (como gonorreia ou clamídia), propensão genética ou até mesmo câncer de próstata ou bexiga, sendo esta a causa mais rara.

A estenose de uretra tem sintomas como redução do fluxo de urina (jato fraco), dificuldade para urinar, necessidade de urinar mais vezes que o habitual, ardência e dores ao urinar, além de gotejamento após o ato. O jato pode ser espalhado ou duplo durante a micção.

O tratamento é apenas cirúrgico, com a abertura da área estreitada, realinhamento da uretra ou a substituição da zona estreitada

Em caso de dúvida, consulte sempre um especialista.

Clique aqui e saiba mais sobre doenças da próstata!

Formulário de Contato

Preencha o formulário abaixo para minha equipe entrar em contato!