Pular para o conteúdo

11 3262-5564 | 11 99267-7369
[email protected]

Você sabe o que são Uretrites? Saiba mais!

A uretra é o canal que leva a urina da bexiga ao meio externo. Mais curta em mulheres, a uretra pode ser acometida por infecções, em sua maioria bacterianas, a que chamamos de uretrites. Elas são causadas principalmente por via sexual, sendo caracterizadas como DSTs (doenças sexualmente transmissíveis).

Uma das uretrites mais comuns é a Gonorréia, que pode atingir tanto homens quanto mulheres. A doença é causada pela bactéria Neisseria gonorrhoeae, mais conhecida como Gonococo. Em sua maioria causadora de uretrite, ela pode se desenvolver no reto, restante do aparelho urogenital, traquéia e nos olhos.

O não uso de preservativo é o principal motivo da epidemia da doença. Há riscos pela penetração, contato oral ou mesmo contato ocular. Uma vez instaurada no organismo do paciente, é possível que ele apresente alguns sintomas característicos do problema.

Embora alguns pacientes sejam assintomáticos, na maioria dos casos os homens sentem ardência ao urinar, corrimento uretral, movimentos intestinais dolorosos, coceira, erupções e hemorragias. Entre as mulheres, os sintomas mais comuns são: coceira vaginal, disúria (ardência ao urinar), dor durante a relação sexual, corrimento vaginal e escape de sangue vaginal.

A segunda uretrite mais comum é a Clamídia, causada pela Chlamydia trachomatis, bactéria intracelular de grande poder infectante, que também atinge homens e mulheres. É a DST de maior prevalência no mundo e sua manifestação é semelhante, porém mais discreta, à da gonorreia. O período de incubação para a Clamídia é mais longo (cerca de 15 dias). É o tempo entre o contato e o aparecimento dos sintomas.

Outros tipos de uretrite podem ser causados também pelo vírus da herpes e candidíase, além de irritações causadas por traumas.

A principal complicação da uretrite em homens é a estenose (estreitamento) da uretra. Isso leva à piora do jato urinário e dificuldade em esvaziar a bexiga. Além disso, há outras possíveis complicações mais graves: artrites infecciosas, meningite, osteomielite (infecção nos ossos), endocardite (infecção nas válvulas do coração), hepatite, infertilidade, entre outras.

Ao apresentar um dos sintomas descritos, procure um urologista ou ginecologista, que vai identificar o problema e recomendar o tratamento adequado com antibióticos. Normalmente, a bactéria costuma ser eliminada dentro de alguns dias.

Formulário de Contato

Preencha o formulário abaixo para minha equipe entrar em contato!